Make your own free website on Tripod.com

Nota explicativa: As anedotas sobre os NR ou "Novos Russos" apareceram na Rússia pouco tempo depois da "perestroika", em função do surgimento de uma nova classe social, inédita no país: os "novos ricos".

"Novos Russos"

Dois NRs se encontram, e um pergunta:

-- Ei, Vássia, onde você arranjou esta gravata legal?

-- Comprei na loja Valentino. Me custou US$ 2 mil.

-- Êta! -- retrucou o outro, todo contente, -- Conheço um lugar onde você poderia comprar a mesma gravata por uns US$ 5 mil!

 

Um NR encontra um russo "antigo" (apelido de dirigentes do antigo regime e diretores da indústria soviética). O "antigo" pergunta:

-- E como vai indo, Vássia?

-- Bem, a minha vida é uma monotonia, -- responde o NR, -- Estou cansado das Bahamas, dos restaurantes franceses, e das prostitutas de mil dólares por noite... Estas coisas já estão me enjoando... E quanto a você, meu velho?

-- Acredite, já faz três dias que não como nada, -- responde o "antigo" com voz enfraquecida.

-- Ora, homem, -- diz o NR, -- Eu já tive este tipo de problema. Você deve obrigar-se a comer!

 

Um NR entra na joalheria acompanhado de uma linda garota e pede para ver o melhor colar da loja. Depois de rejeitar jóias de menor valor, escolhe um colar de rubis de 1 milhão de dólares.

-- Embrulhe para ela, -- ordena, -- E desconte este cheque no meu banco na próxima semana.

O gerente da loja fica embaraçado e diz:

-- Desculpe, mas só podemos entregar o colar após descontar o cheque.

-- Esta loja tem normas estranhas, -- comenta NR, dando de ombros, -- mas você me garante que a entrega será feita imediatamente após o pagamento?

-- Com toda certeza, senhor, -- assegura o gerente.

-- OK, anotem o endereço da moça e entreguem o colar assim que for liberado o pagamento.

Na semana seguinte, o gerente da loja telefona para o NR:

-- Sr., lamento informar que o seu cheque voltou!

-- Não faz mal, -- responde NR, -- Eu já tive o meu maravilhoso fim-de-semana.

 

Dois NRs entram numa loja de carros novos. Procuram o último modelo da marca Mercedes. Examinam o carro e decidem comprá-lo. Um deles abre a carteira e paga à vista.

-- Calma, homem, vamos pagar o carro meio-a-meio -- protesta o outro NR .

-- Deixa prá lá, amigão, você pagou o taxi!...

 

Um NR entra na loja de automóveis e pede um Mercedes 600SEL prateado. O gerente mostra-lhe o carro, recebe o pagamento e, depois, pergunta, curioso:

-- Perdão, mas não foi o senhor que comprou um carro exatamente igual há três dias atrás?

-- Sim, fui eu, -- responde NR, -- Acontece que o cinzeiro daquele já encheu!

 

Um NR está na sala de espera da maternidade aguardando notícias da esposa em trabalho de parto. Uma enfermeira entra na sala e diz, toda radiante:

-- Parabéns! O senhor é pai de um menino de 3500! (N. do trad.: Nas maternidades da Rússia, o peso dos bebês recém--nascidos é anunciado em gramas).

-- Para mim, 3500 não é problema, -- diz o NR e, sacando ostensivamente a carteira, paga à vista.

 

O diabo encontra um NR e lhe propõe que venda a alma.

-- E quanto você está disposto a pagar? -- pergunta NR.

-- O preço que você pedir -- responde o diabo.

-- Hmmm... Que tal quinze containers de 20' de madeira de mogno?

-- Sem problemas, -- diz prontamente o diabo.

-- Vinte containers?

-- Também sem problemas.

-- Vinte e cinco?!

-- Está bem!

O NR ficou pensativo por alguns minutos.

-- Algo errado? -- pergunta o diabo, após um longo silêncio.

-- É que ainda não consegui perceber onde está a mutreta do negocio -- confessa, perplexo o NR.

 

Um NR pergunta ao sócio:

-- Vássia, quanto é 5 x 5?

-- Isso depende se estamos vendendo ou comprando...

 

Inauguração de luxuosa agência de um grande banco no centro de Moscou. Um inglês está sentado diante de uma mesa farta, sem comer nada. O NR nota o convidado, aproxima-se dele e assumindo uma atitude de anfitrião, pergunta:

-- Por que o senhor não está comendo? Sirva-se por favor, é tudo de graça!

-- Muito obrigado, mas não quero...-- responde o inglês.

-- Como assim, não quer?! É de graça!

-- É que não estou com fome, -- retruca o inglês.

-- Quer dizer que você só come quando está com fome?! -- insiste o NR olhando-o perplexo.

-- Bem, sim...

-- O senhor parece um animal, -- conclui NR com indignação.

 

 (N. do trad.: Conforme lenda russa, ao pescar um peixinho dourado este concede três desejos a quem o soltar). Um NR pesca um peixinho dourado. Olha-o por uns momentos, tentando lembrar algo e então, diz:

-- OK, peixinho, quais são os seus três desejos?

 

 Um outro NR pesca o peixinho dourado e pede os três desejos.

-- Quero muito dinheiro e autorização para câmbio de metais à minha empresa!

-- Feito!. -- responde o peixinho.

-- Quero ficar livre de impostos pelo resto da vida!

-- Feito!

-- Quero que a gang de Solntsevo pare de me cobrar os 25% de "proteção"...

Então, o peixinho responde:

-- Esqueça isso, cara. Não posso. Eles também me dão "proteção".


Perguntaram ao NR:

-- Você compraria o Volga (referindo-se ao carro de luxo russo, muito caro)?.

-- Claro que compraria, -- respondeu, -- Mas, o que eu iria fazer depois com toda aquela água e os barcos?!

 

Pergunta: -- O que significa: "Tu-ti-tu-tu-tu-tu"?

Resposta: -- É um NR num hotel americano encomendando dois copos de chá para o quarto N° 222.

 

Um NR encontra um antigo colega de escola. O colega é um cientista sobrevivendo de um miserável salário numa instituição acadêmica.

-- Não entendo como você foi acabar assim, -- observa NR, -- Na escola você era brilhante. Entendia tudo aquilo que até hoje não consigo entender...

-- E eu gostaria de saber como você obteve tanto sucesso, -- confessa o colega, -- Naquele tempo você não conseguia nem calcular uma simples porcentagem...

-- Bem, a minha história é simples, -- diz o NR, -- Eu comecei comprando uma tonelada de minério de ferro por 1 dólar e vendia por 2. Este um por cento restante era o meu lucro...

 

Dois NRs num encontro de negócios.

-- Tenho uma oferta de 50 containers de minério de ferro -- diz um.

-- Não pago mais do que US$50 mil pelo lote, -- retruca o outro.

-- Negócio fechado! -- conclui o primeiro e os dois saem.

O segundo para procurar os US$50 mil enquanto o primeiro ainda não achou os 50 containers de minério de ferro.

 

Desastre automobilístico. Um NR está estendido à beira da estrada, gemendo alto.

-- Oh, meu BMW! -- ele choraminga, -- Oh, meu BMW!!!

Um transeunte, passando por perto, ouve aquilo e fica chocado.

-- Como você pode chorar o carro, se acabou de perder o braço direito?!

O NR olha, avalia a situação e continua a gemer:

-- Oh, meu Rolex!

 

Um NR entra numa joalheria e pede o maior crucifixo de ouro da loja. Quando lhe trazem o objeto, examina--o cuidadosamente.

-- Bem, acho que vou comprá-lo -- diz, finalmente, -- Só quero que tirem o atleta.

 

Um NR comunica aos amigos que, no dia seguinte, tentará pegar um ônibus para vir ao escritório. Todos morrem de curiosidade e, no dia seguinte, um dos amigos aparece no escritório do NR para ouvir suas impressões sobre o passeio.

-- Não consegui pegá-lo, -- confessa o NR, contrariado.

-- E por que?!

-- Não me deixaram entrar com o meu Volvo...

 

Um NR embarca num troleibus e diz ao motorista...

-- Você tem três mil dólares em dinheiro para me levar agora ao Zelenograd (bairro de periferia de Moscou).

-- Mas, isto é impossível! -- protesta o motorista, -- as linhas do troleibus não chegam a Zelenograd. Elas terminam logo depois da ponte!

-- E daí? -- responde NR, -- você sobe a ponte a 100 km/h, depois desce a 160 km/h pela aceleração da gravidade e chegará a Zelenograd por inércia, sem eletricidade..-- e, depois, vai ganhar US$ 3 mil!

O motorista acaba concordando. Anuncia que o troleibus não poderá seguir viagem e os passageiros descem. Então ele leva o NR à Zelenograd exatamente como este tinha instruído. Chegando lá, o NR paga-lhe os US$3 mil e prepara-se para descer do veículo quando o motorista olha em volta e percebe que a aparência do local está estranha. Toda a terra revirada, árvores arrancadas, prédios em ruínas...

-- Mas o que aconteceu aqui? Até parece que houve uma guerra! -- pergunta o motorista.

-- Nada, não, -- responde o NR, -- é que ontem eu vim de metrô....  

 

Um NR é parado por um guarda de trânsito. Este abre a porta do carro e vê no banco traseiro uma metralhadora Kalashnikov.

-- Que diabos é isso? -- pergunta o policial.

-- É uma calculadora, -- responde o NR.

-- Não vem com essa, -- protesta o policial, puxando uma calculadora do seu bolso. -- Isto é uma calculadora!

-- São modelos diferentes, -- explica NR, -- O seu modelo é para contas iniciais. Já o meu é para os acertos finais.

 

Três esposas de NR's batem papo...

-- Meu marido nem se preocupa comigo, -- lamenta uma, -- Lhe pedi para ir às Bahamas neste verão e ele disse que vamos para Ilhas Canárias...

-- O meu não quer comprar um avião de 40 lugares, -- lamenta-se a outra, -- ele diz que o nosso Cessna executivo de 15 lugares já é suficiente...

-- O meu não quer comprar aquele edifício de 5 andares na rua Gorky -- responde a terceira esposa, -- ele prefere fazer alguns reparos no arranha-céu da rua Nova Arbat que compramos no ano passado...

-- O que posso dizer, meninas, -- conclui a primeira, -- é que quem está acostumado a viver na merda como nós, -- vai continuar vivendo...

 

O filho de um NR encontra uma maravilhosa "gata" no lobby do hotel Metropol de cinco estrelas.

-- Vamos dar uma voltinha? -- ele propõe.

-- Bem, desconfio que o seu carro não é um Volvo, -- responde ela..

-- Tem razão, não é, -- confessa ele.

-- E você não possui um banco de porte médio, -- continua ela.

-- Também não, -- ele admite novamente.

-- E você não tem uma casa de três andares no Velho Arbat, -- conclui ela. Ele concorda outra vez.

-- Então, você está por fora, gentalha! -- diz a moça e sai, deixando o rapaz perplexo e confuso.

-- Eu bem que poderia trocar o meu SAAB 900 por um Volvo, -- balbucia consigo mesmo, -- e poderia dividir meu consórcio financeiro em uma cadeia de bancos de porte médio, mas jamais convenceria meu pai a demolir os três andares superiores da nossa casa no Velho Arbat...

 

 O NR volta de uma viagem a Eilat, pelo Mar Vermelho, e conta a sua viagem aos amigos e sócios.

-- Lá eu fui o centro das atenções, -- lembrava ele. -- Não havia garota que conseguisse tirar os olhos de mim de admiração. Mas isso até posso entender. Eu estava realmente o máximo, no meu terno cor-de-rosa e de boné de pele de cabra ...

 

 Um NR volta de uma visita aos Estados Unidos.

-- O país é muito parecido com a Rússia, -- conclui ele. -- Veja que até os dólares deles são idênticos aos nossos "pacotes" (jargão russo para dólares)!..

 

Um NR liga para um amigo.

-- Vássia, descobri um jogo fantástico! Chama-se "Lego". É tão bom que assim que você começa a jogar, não consegue parar até acabar. Só que ele tem uma informação errada na caixa. Lá diz que é de "três a cinco anos" e eu levei somente dois para montá-lo.

 

O exército profissional contratando pilotos de combate. Veio um alemão.

-- Tenho experiência de 200 horas de vôo e quero US$ 1 milhão por ano.

Em seguida, um americano.

-- Tenho experiência de 200 horas de vôo civil e 200 horas de combate, -- disse, -- e quero US$ 2 milhões.

-- Por que dois milhões?

-- Um para mim e um para minha família.

Veio um NR. -- Não tenho qualquer experiência, -- diz ele. -- E nunca pilotei um avião. Mas por US$ 3 milhões estou disposto a assumir a missão. -- Como vou fazer?! -- Um milhão eu dou para você. O outro milhão é para mim. E o terceiro milhão é para o alemão voar.  

 

Dois advogados vem à Bretanha comprar um castelo para o seu patrão, um NR. O vendedor assina o contrato, feliz com o pagamento. Então, um dos advogados diz:

-- Existem alguns pequenos detalhes a serem acertados antes que o nosso patrão mude para cá. Cobriremos todos os custos e o senhor só precisará controlar para que o trabalho seja executado.

-- Que detalhes?

-- Primeiro, entre o castelo e a praia só existe areia. Nosso patrão gosta quando o caminho até a praia é coberto de grama. Segundo, a oeste do castelo existem rochas que obscurecem o pôr do sol. Nosso patrão adora observar o pôr do sol sobre um horizonte aberto. As rochas devem ser removidas. E, por último -- as gaivotas -- aquele imenso bando voando em total desordem... Nosso patrão adora ver duas gaivotas voando do leste para o oeste e do norte para o sul, em perfeita simetria. Então, aquelas gaivotas devem ser eliminadas, deixando somente duas, treinadas para voar seguindo um curso estabelecido...

Um mês depois todo o serviço foi executado. O novo dono chega, caminha pela grama úmida desde o castelo até a praia, senta-se em uma confortável cadeira de praia, aprecia o sol pondo-se sobre um horizonte perfeitamente reto e fica olhando duas gaivotas passando num vôo simétrico. Então, observa pensativo:

-- A verdadeira beleza é algo que nenhum dinheiro no mundo pode comprar...

 

Esta história pretende ser verdadeira e é frequentemente atribuída igualmente a Zinovy Gerdt e Rolan Bykov. Ambos, astros muito populares de cinema e teatro da Rússia e que, nesta nova era, se transformaram em donos de bancos.

-- Como é sentir-se um NR? -- perguntaram a um dos atores na entrevista.

-- Bem, -- ele respondeu, -- me sinto mais como um velho judeu...

 

O que um NR diz para um velho judeu?

-- Paiê, me arruma uma grana...

 

Um NR, de carro, é parado por um policial de tráfego.

-- Abra o porta-malas! -- ordena o policial.

-- Lhe dou US$ 50,00 para não abrir! -- propõe o NR

-- Abra!

-- Cem "pacotes"!

-- Abra o porta-malas, eu já disse! -- insiste o policial.

-- Mil "pacotes"!

O policial aponta sua arma para o NR. Este, com um suspiro, abre o porta-malas. Dentro não há absolutamente nada.

-- E prá que foi toda esta lenga-lenga? -- lamenta o policial atônito e desapontado.

-- Nós jogamos de "tudo ou nada" e você perdeu.

------------------------------------------------

Retornar ao Menu